Aromaterapia para cães é vantajoso? Entenda melhor.

O uso de óleos essenciais em animais de estimação é cada vez mais comum, principalmente em cães, já que eles trazem diversos benefícios. As receitas de aromaterapia contribuem para o bem-estar dos deles, principalmente em casos de alergias, estresse, ansiedade, dores musculares, problemas digestivos, feridas, entre outros.

Aromaterapia é uma técnica muito antiga, tendo aproximadamente 4500 anos de história. O conceito moderno, como as pessoas conhecem hoje, surgiu na Europa no início do século XX.

Afinal, o que é Aromaterapia?

A aromaterapia utiliza óleos essenciais e outros tipos de fragrâncias para curar diversas doenças, melhorar o bem-estar físico e psicológico.

Os óleos essenciais e como é realizada sua extração: Os óleos essenciais são substâncias líquidas voláteis utilizadas na aromaterapia. Mesmo sendo denominado como óleo, não possui aspecto oleoso e ao ser exposto ao ambiente, evapora. 

Para reduzir a volatilidade, utilizam-se óleos carreadores, estes por sua vez possuem a característica gordurosa que auxilia na função dos óleos essenciais. Os óleos carreadores são considerados condutores dos óleos essenciais, isto é, eles se misturam ao óleo essencial para que ao ser utilizado não evapore.

Os principais óleos essenciais utilizados na aromaterapia são:

  • Alecrim – para memória e concentração;
  • Capim limão – auxilia na eliminação de pulgas, carrapatos e mosquitos;
  • Hortelã – para problemas gastrointestinais como diarreias e cólicas;
  • Hortelã-pimenta – para fortalecimento do sistema imunológico;
  • Lavanda – como calmante e auxilia na ansiedade.

Aromaterapia em cães

Como o olfato dos cachorros é muito apurado, os óleos não devem ser utilizados na mesma intensidade do que nos seres humanos. As essências precisam ser mais diluídas, para que o cheiro fique fraco e não prejudique o pet. O uso é seguro e não causa problemas à saúde, desde que seja realizada por um profissional.

O modo de funcionamento é bem simples. Quando uma substância volátil é inalada, vai diretamente para o Sistema Nervoso Central, localizado no cérebro. É dessa maneira que esse tipo de terapia faz efeito. A essência estimulará e liberará substâncias químicas no cérebro, que irão regular várias funções corporais, como apetite, humor, sono, temperamento, etc. 

Segue abaixo dicas para o uso seguro:

1. Ter paciência e observar a resposta do seu animal sem pressa ou distrações;

2. Nunca restringir os movimentos do animal ao oferecer um óleo essencial ou hidrolato. Deixe o animal livre, para movimentar-se e distanciar-se do frasco;

3. Sempre diluir o óleo essencial. Nunca oferecer ou mostrar ao animal óleos essenciais puros em frascos abertos;

4. Observe primeiro a resposta do animal a uma certa distância, para então aproximar o frasco ao focinho do animal. A melhor distância varia entre os animais;

5. Respeitar a escolha do animal. Nunca force nenhum óleo essencial ou sinergia sem a aprovação do animal;

6. Use somente óleos essenciais de boa qualidade e armazenados em local fresco e ao abrigo da luz;

7. Nunca deixe os frascos de óleos essenciais ao alcance do animal sozinho;

8. Em caso de quaisquer reações adversas, interrompa o tratamento e procure um médico veterinário imediatamente.

Quais são os benefícios da aromaterapia nos pets?

A aromaterapia oferece uma alternativa de tratamento para os animais e seus tutores que buscam uma terapia mais suave através da visão holística. Conclui-se então, que a utilização de óleos essenciais na medicina veterinária, para melhorar a qualidade de vida dos animais e proporcionar bem estar, auxiliando no tratamento de afecções, condiz com a literatura embasada, promovendo assim satisfação ao atingir os objetivos empregados pela aplicação de óleos essenciais.

Formas de aplicação da aromaterapia em animais

Algumas formas de aplicar os óleos essenciais na aromaterapia em animais são:

Massagens – em partes do dorso do animal

Borrifação – mais utilizado no ambiente, através dos sprays

Inalação indireta – utilizando 1 gotinha em rechôs ou difusores para aromatizar o ambiente

Precauções de uso e contraindicações

Para evitar problemas indesejáveis pelo uso incorreto dos óleos essenciais, seguem as devidas precauções e casos de contraindicação:

  • Evite o uso de óleos essenciais em animais com epilepsia e tendências à convulsões. A não ser que tenha indicação e acompanhamento de um veterinário.
  • Redobre o cuidado do uso de óleos essenciais quando se tratar de felinos, pois eles são mais sensíveis a cheiros e vulneráveis à intoxicação.
  • Nunca deixe os frascos de óleos essenciais ao alcance de crianças e animais, devido ao risco de causar intoxicação.
  • Não use óleos essenciais de forma oral em animais

Nesse contexto, é muito importante avaliar tudo que possa estar interferindo no bem-estar e na saúde do animal para se chegar à origem real da doença.

É importante frisar que, em casos mais graves e avançados, nos quais o veterinário prescreve a medicina convencional, não se deve usar a aromaterapia como substitutivo a esse tipo de tratamento.

Nestes casos, a aromaterapia pode ser utilizada como coadjuvante (auxiliar), para ajudar e reforçar na melhora do estado físico e vital do animal.

Sendo bem empregada, a aromaterapia pode ajudar na qualidade de vida, tanto dos pets, como dos humanos.

A ZenPet listou 3 produtos da loja as quais contém os benefícios da aromaterapia:

  1. Aromaterapia para Cães Spray Solidao 50ml Vetfleur Boodog
  2. Aromaterapia para Gatos Blend Agressividade 10ml Vetfleur
  3. Aromaterapia para Cães Blend Energia e Foco 10ml Vetfleur

Agora que você se encontra bem informado referente a aromaterapia, acompanhe nosso blog para sempre estar ciente dos melhores produtos para o seu animal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.